recrutamentoAs expressões mais utilizadas nos últimos meses são: crise, desemprego, demissão, recessão, falta de oportunidade, freio no crescimento econômico, entre outras. Arrisco a afirmar que muitos de nós já não aguenta mais visualizar esses textos nos mais diversos veículos de comunicação.

E não é invenção, estamos mesmo atravessando por um momento difícil, que provavelmente vai se estender por um período de tempo considerável. Mas o que me faz refletir não é exatamente o ponto exposto acima, mas sim como os escritórios de advocacia estão tratando esses profissionais, que são qualificados e buscam recolocação.

É sabido que a excelência nos resultados do seu escritório começa na contratação dos advogados que comporão a equipe, e para isso é necessário contratar o perfil mais adequado para a oportunidade. Na advocacia não se tem muita cultura de traçar previamente o perfil do profissional que deverá ocupar uma vaga. Mas a contratação é importante demais para não ter um procedimento especifico, em virtude de muita demanda de profissionais, por exemplo.

Por esta razão é extremamente importante que os escritórios tenham no processo de recrutamento e seleção uma ferramenta de suporte para formação das equipes, este documento deve contemplar o passo a passo do processo, assim como a descrição de cada cargo, juntamente com as competências necessárias para o desenvolvimento de cada função. Só assim será possível buscar um perfil que esteja de acordo com os pilares estratégicos do escritório, que estão pautados na missão, visão e valores de cada um.

Este é um momento de extrema importância para os escritórios, pois é a porta de entrada da equipe, se bem conduzido traz grandes benefícios para o escritório e seus integrantes, mas se não for bem conduzido pode trazer frustração e muito desgaste.

O texto de hoje é uma provocação para as bancas que não tratam o processo seletivo com o cuidado que o mesmo requer, que entendem que em momento de crise, em que a oferta de profissionais aumenta, facilitando a contratação, permitindo a escolha, muitas não remunerando da forma correta, e não investindo na equipe os recursos necessários para o desenvolvimento destas.

É importante registrar que tudo passa, inclusive a crise, que políticas não consolidadas não se mantém, que a economia de hoje pode ser a derrocada de amanhã. Por isso continue fazendo bem feito, trate o processo de recrutamento e seleção com o cuidado que o mesmo requer, só assim será possível consolidar sua credibilidade no mercado.

Sinéia Rosa

Consultora de Gestão Estratégica de Pessoas

Contato: sineia@estrategianaadvocacia.com.br

Anúncios